11 Anos de Saudade

    E lá se vão onze anos, onze anos de saudade daquele que foi a pessoa que mais brigou comigo, que mais criticou o que eu fazia, que mais me encabulou com palavras ásperas e que hoje entendo, final de contas ele se via em mim, e muitas vezes estava certo.
   Mas prefiro lembrar dos bons momentos, das piadas que contava, das história que contava onde sempre era "o cara" e se saía bem, sinto saudades de quando perguntava como jogava aquele velho ídolo de futebol, ou quando morria algum ídolo e ele com sua franqueza me dizia se era tudo aquilo mesmo.
    Sinto saudades daquelas tardes de domingo sentados nas arquibancadas do Beira-Rio onde mesmo com derrotas saíamos rindo de alguns pernas de pau que vestiam a camisa de nosso clube, mas principalmente sinto saudades das festas de títulos que não perdíamos e olha que os títulos mais importantes ele nem viu(era um tremendo pé frio).
   E aquela vontade de saber o que ele achou do rebaixamento e a certeza que mesmo assim seguiriamos acompanhando o time mesmo na série B, é... ficou a saudade, as lembranças e aquela dorzinha no peito quando tremula aquela bandeira azul celeste que hoje também é importante pra mim.

Comentários