Um Dia Quis Ser Como Ele...




    Era o Verão de 1983 ou 1984 e eu veraneava em Capão da Canoa, em frente à minha sacada ficava a sacada de uns caras muito estranhos que nos finais de tarde faziam um barulho terrivel, mas eu como rockeiro desde muito cedo ficava por ali nos finais de tarde para ouvir o que tocavam , mas era muito barulho, som distorcido e nem dava para identificar o que realmente tocavam. O baterista era o mais normal deles, se não me engano era até surfista, e tinha mais três, todos cantavam, um deles passava e sempre cumprimentava educadamente, os outros dois sim eram garotos de 13 ou 14 anos muito esquisitos daqueles que nem saiam para pegar sol, e nós estávamos numa praia. No ano seguinte descobri que eram sucesso nos bares de Porto Alegre, a banda era o TNT.

"...Nada que ele faz tem sentido ele é um cara locão..."

   Gravaram o primeiro disco em 1986 e já houve uma dissidência, dois saíram e criaram outra banda e se é que era possivel naquela época era ainda melhor que a primeira, nascia ali os Cascavelletes...

" Ela disse hoje não meu tesão, mas eu disse hoje sim porque não, afinal eu passei toda a tarde estudando pro vestibular e essa noite eu dediquei a te agarrar...'

No meio do caminho ainda houve uma tebntativa de volta ao TNT e como não podia ser diferente, mais uma boa música daquelas que não saem da cabeça...

"...Fico pensando se vai ter saida, fico sentado no meio do fogo, quero meus discos e livros de novo..."

   Depois ainda vieram sucessos até nacionais nas vozes de outros artistas, sempre que ele botava a mão, fazia sucesso, mas com o tempo e as músicas psicodélicas acabei me afastando daquele estilo de vida que já não me agradava, embora eu não tenha nada à ver com isso.
  Mas uma coisa posso garantir , foi um dos primeiros idolos que pude conhecer pessoalmente embora eu já tenha falado que sempre sofri muito com a timidez, mesmo assim troquei algumas palavras com aquele ser tão estranho desde os treze anos e que agora aos quarenta e sete continuava mais estranho do que nunca, mas era um talento, espero que ele tenha tido conhecimento disso , era nosso Beatle George. Valeu Flávio Basso, Jupiter Maçã, Júpiter Apple ou seja como preferir ser chamado, obrigado por ter tornado minha adolescência mais rockeira.  

Comentários