Vitor Belfort X Chris Weidman

    Já falei em outras postagens que não sou muito fã dessas lutas promovidas pelo UFC, mas não resisto e sempre acabo assistindo, quem sabe para ver se mudo de opinião, e realmente algumas lutas tem sido muito boas e lembram a Roma antiga onde os Gladiadores eram lançados em arenas para enfrentar ferozes leões, as vezes , é quase a mesma coisa. Pois bem, mais uma vez fui atraido para a frente da tela para ver Vitor Belfort, que confesso, foi o primeiro lutador para quem torci nesse evento e infelizmente a primeira luta que assisti dele foi aquela derrota para o Anderson Silva. À partir dali passei a acompanhar o Anderson Silva até as derrotas para o Chis Weidman, onde o deboche do Brasileiro foi fatal, embora muito tenham dito que ele sempre fazia isso. Nesse sábado mais uma vez esperei a madrugada para ver Vitor Belfort , e o Brasileiro acabou levando uma surra de Weidman. Na hora pensei que Belfort tinha errado a estratégia e que tinha cansado, e ao ouvir o comentário de especialistas percebi que eu estava certo e talvez a carreira vitoriosa do Brasileiro tenha chegado ao fim. Quanto à Chris Weidman, devo dizer que realmente é um grande lutador, arrasou com todos os brasileiros que cruzaram sua frente e atualmente é um lutador imbativel, resta à nós da pátria verde  amarela esperar que alguem surja para derrotar o norte americano. E por fim devo dizer que essa história de fazer cara de mau, de gritar, peitar os adversários antes das lutas ou debochar do adversário é algo que deve ser feito só por quem se garante no final seja qual for o resultado. Lembro que há anos atrás por ser de uma familia que sempre admirou as lutas de boxe, pesquisei as lutas de Muhamad ali que tambem tinha essa mania tipica dos americanos de debochar de adversários durante as lutas, mas no final sempre vencia pois a concentração não era perdida, ele tinha foco. Um dos maiores lutadores que vi, foi Mike Tyson que nunca menosprezou ninguem, apenas aniquilou quem ficasse em sua frente, até estragando um pouco o espetáculo, mas vencia sem contestação e respeitava os adversários até se perder emocionalmente. Espero sinceramente que o Brasil volte ao topo no UFC, mas com respeito principalmente.

Comentários