A Argentina é aqui?


       Já falei algumas vezes que tenho uma forte ligação com nosso País vizinho, pois meu avô, meu pai e hoje eu, somos argentinos, no meu caso naturalizado desde 2008. mas nos últimos anos tenho me identificado cada vez mais com esse País que pouco conheço e que vibro desde criança com o futebol principalmente. Lembro que em 1978, torci para aquela Seleção por pura admuração, lembro de jogadores que fizeram parte dessa minha infância, como Fillol, Olguin, Luque, Passarela e principalmente Mário Kempes, o idolo da época. Isso tem até uma certa lógica afinal de contas eu nunca havia visto a Seleção Brasileira ser campeã do mundo, embora tenha formado grandes times. Em 1986, já um adolescente, vibrei com Maradona e suas grandes jogadas que levaram a "Alvi celeste " ao Bi-campeonato mundial, era inevitável que isso virasse paixão, sendo eu um descendente daquele povo. Até por isso nutria o sonho de conhecer a argentina e principalmente Buenos Aires com um guia especial, meu pai, mas o destino não permitiu que isso acontecesse, ficou a frustração e o desejo de uma aproximação que acabou vindo nessa Copa do mundo realizada no Brasil, pois no último dia 25 de junho assisti os Argentinos aqui em Porto Alegre e ainda por cima no estádio do meu clube de coração. Foi um dia que me emocionou do inicio ao fim, pois foi como se meu pai estivesse comigo o tempo todo, na caminhada ao estádio, na entrada da seleção e principalmente na execução do Hino nacional quando cantei como uma criança, lembrando como "meu Viejo" fazia. Eu não fui à argentina, mas a argentina veio até mim. Existem coisas na vida que não tem explicação, só sei que naquela tarde voltei pra casa feliz e com uma bandeira azul celeste e branca nos ombros e com lágrimas nos olhos, foi um dia em que mais uma vez meu pai esteve ao meu lado, torcendo por uma euipe de futebol dentro do Beira-Rio.

Comentários