Na Fila do Banco

    Dia desses tive que ir ao banco, e estava cheio, havia recem passado um feriado.E quanta coisa acontece enquanto estamos esperando, é nenê chorando, crianças correndo, gente inquieta, gente nervosa, gente que faz perguntas a toda hora e até gente famosa e é sobre esses últimos que vou falar.
   Pois ao olhar para trás vi saindo do banco o Rafael Malenotti da banda Acústicos e Valvulados, sim , ele tambem vai ao banco e pra quem não sabe ele cantava aquela música que dizia assim:

Milésima Canção  de Amor

Acústicos & Valvulados

Parece sorte que eu veja tudo tão perto do azul
Vivo sem norte e sem noção, você volta e diz
Repete o corte, o efeito, o rosto e o mal que me faz
Pensar que é tarde pra terminar verso, estrofe e refrão
Da milésima canção de amor que eu escrevi
Minha rima fácil não combina por divina providência
Que chegue tarde, assalte o santo da consolação
Que abrace forte como se fosse a última vez
Que seja à parte, jamais distante, jamais singular
Que não se canse, que venha ouvir verso, estrofe e refrão
Da milésima canção de amor que eu escrevi
Minha rima fácil não combina por divina providência
Que abrace forte como se fosse a última vez
Que não se canse e venha ouvir verso, estrofe e refrão
Da milésima canção de amor que eu escrevi
Minha rima fácil não combina por divina providência
Na milésima canção de amor que eu escrevi
Minha rima fácil não combina por divina providência

Passados alguns minutos entra na mesma agência o Frank Jorge, ex Graforréia Xilarmônica, Ex-Cascavelletes, Puxou seu livro e ficou ali lendo tranquilamente, mas os toques de celular as vezes o distraia e ele não resistia a um sorriso, pois tocava de tudo, desde o sertanejo até música clássica e Frank Jorge é autor de hits do Rock nacional como "Eu", gravada pelo Pato Fú, que diz assim:


Eu queria tanto encontrar
Uma pessoa como eu
A quem eu possa confessar
Alguma coisa sobre mim
Quando acontece um grande amor
Assim como você e eu
O tempo passa por nós dois
Não lembro o que aconteceu
Queria tanto encontrar
Uma pessoa como eu
A quem eu possa confessar
Alguma coisa sobre mim
Mas nem por isso eu vou ficar
A questionar os erros meus
Você precisa procurar
Achar o que você perdeu
Queria tanto encontrar
Uma pessoa como eu
A quem eu possa confessar
Alguma coisa sobre mim
Eu queria tanto encontrar
Uma pessoa como eu
A quem eu possa confessar
Alguma coisa sobre mim

Comentários