A Primeira Musa

          Recebí o convite e quase não acreditei, era daquela guriazinha que namorei quando tinha 15 anos, e que foi minha primeira musa. Nunca mais tinha tido noticias dela que foi minha primeira paixão e a curiosidade começou à bater. Como estaria? será que mantinha aquela beleza?será que agora seu corpo tinha curvas que no passado ainda estavam apenas surgindo? Pois é, fui ao casamento, quase ninguem conhecido à não ser os pais e irmãos dela.
   Foi quando a música começou à tocar e uma verdadeira "Deusa",surgiu, com flores na cabeça, pés descalços e de maneira bem despojada como ela já demonstrava na adolescência. aquela maneira simples e bela me fez voltar no tempo em que passávamos horas conversando sobre o futuro, depois de uma tarde inteira de sexo.
   A cerimônia foi linda e rápida, ela realizou um dos sonhos de sua infância, casou com grande festa, coisa que dificilmente faria seestivesse comigo, já que sou contra essas extravagâncias, o importante é que sua felicidade valia mais do que qualquer coisa, ela veio em minha direção, agradeceu  minha presença e fomos para festa.Infelizmente não deu tempo de conversar, mas só ver de novo aquela "guriazinha'que fez parte da minha vida já valeu à pena, e eu só conseguia depois de tudo lembrar da música do Nenhum de nós, afinal de contas a história foi bem parecida, mas real.


Comentários