A Arte do Viver e do Morrer

Kate Winslet(1975)

Valeria Valenssa(1971)



      No dia em que a segunda loira mais importante(em ordem de chegada) faz aniversario(44), outras deusas da beleza tambem aniversariam. Kate Winslet a companheira de Leonardo Di Caprio no "oscarizado" Titanic, faz 36 anos e a Deusa negra Valeria Valenssa ex-mulata Globeleza faz 40, resolvi falar sobre a arte do viver e do morrer.
Comecando pelo viver, o que 'e viver bem?seria uma situacao financeira definida?seria uma relacao a dois estavel?seria a realizacao profissional?nao sei se alguem sabe ou se alguem conhece a arte de viver bem.Uma das coisas que ouvi desde crianca 'e que dos quatro filhos fui o unico que minha mae nao precisou fazer forca para me colocar no mundo, quase cai tamanha a vontade de nascer e ate que dentro de minhas possibilidades vivi bem, poucos amores, mas amores verdadeiros,ta certo que estabilidade profissional nunca tive,mas ultimamente uma coisa me faz uma falta tremenda, 'e a praia onde praticamente nasci, cresci, passei minha adolescencia, e na fase adulta perdi completamente o contato. Nessa semana ainda assistindo ao filme de Fabiano de Souza, "A Ultima Estrada da Praia", essa saudade voltou ainda mais forte, aquela vontade de sair caminhando de capao ate Xangri-la, ou entao para o outro lado, de capao a Capao novo, coisas que eram tao comuns na minha adolescencia e que agora sao praticamente impossiveis de fazer.essa 'e uma parte da vida que passei que gostaria de ter de volta.
Mas e a arte de morrer?pouca gente pensa nisso, mas semana passada durante uma aula do curso mediunico que frequento, pela primeira vez tive contato com esse mundo tao evitado por mim durante grande parte da minha vida, o lado dos espiritos, sempre tive medo disso e sempre procurei evitar de todas as maneiras, mas fui chamado de uma forma tambem muito estranha, alias a vida 'e assim. Nessa experiencia tao nova para mim , ouvi relatos de pessoas que estao  perdidas, nao sabem onde estao, estao mortas e nao sabem, precisam de ajuda e nao aceitam ajuda, ou nao sabem como podem ser ajudadas. Foram apenas tres exemplos mas que me tocaram profundamente. A primeira sofria muito e so pedia ajuda, a segunda sentia muitas dores e foi encaminhada para o "hospital", e a terceira so conseguiu murmurar por ajuda.enfim descobri que ate na morte existe arte, a arte de morrer.parece simples, mas nao 'e.E so' para terminar, a segunda loira de minha vida 'e minha irma, que ao lado de kate e valeria, tambem faz aniversario hoje, num dia 5, assim como eu. 

Comentários