Textos Literários-18.06.2008

"Era um torcedor fanático, nada o separava de seu time do coração e muito menos das lembranças que trazia. eram broches, bonés, camisetas, fotos, posters, agendas, relógios, tudo tinha o distintivo de seu time. sua mulher usava isso contra ele, era demais, ela dizia que seu time não lhe trazia nada de bom, não lhe daria dinheiro, não faria nada por ele. Um dia foi assaltado, lhe roubaram tudo, menos a agenda que escondia junto ao peito, levou dois tiros e, pela primeira vez seu fanatismo teve uma razão......."

Comentários