Textos Literários-13.06.2008

"E lá estava ela, bela, com a forma perfeita e eu como sempre fascinado por ela, sempre gostei...Quando eu começava não costumava parar na primeira, era uma, duas, três, até quatro, e o procedimento era sempre o mesmo.Admirava, alisava, tirava tudo aquilo que cobria e escondia o que tinha de melhor, e era ali que eu me perdia, dividia lentamente aquelas partes iguais que levavam ao ponto mais prazeiroso, chegava a babar e é sempre assim quando começo a comer aquelas laranjas suculentas...."

Comentários