Oficina de Crônica e Poesia-09/10/2008

"Tuas lágrimas nunca me comoveram
era como o federalismo
uma forma de governo que nunca me atraiu
te chamei de porca, mas teu problema era outro
me enfiei numa sapa até passar o meu desvario..."

Comentários